Participantes

A
Amale Andraos (LB)
Júri Prémio Carreira

Reitora da Escola Superior de Arquitectura, Planeamento e Preservação da Universidade de Columbia (US), e co-fundadora da WORKac, uma empresa com sede em Nova Iorque que se dedica a projectos de arquitectura que reinventam a relação entre ambientes urbanos e naturais. Investigadora sobre alterações climáticas e o seu impacto na arquitectura, é membro do conselho da Liga de Arquitectura de Nova Iorque, do Comité Consultivo Internacional da Faculdade de Engenharia e Arquitectura. É ainda membro da direcção da Faculdade para os Centros Globais da Universidade de Columbia no Médio Oriente.

Ambra Fabi (IT)
Curadora
Ambra Fabi curadora da exposição O que é o ornamento?

Ambra Fabi é arquitecta e co-fundadora do estúdio Piovenefabi, com Giovanni Piovene. Com formação na Universidade do Mendrisio, trabalhou no atelier de Peter Zumthor e como freelancer, em Milão. Foi professora assistente na Academia de Arquitectura de Mendrisio e docente na Universidade Católica de Leuven e no Instituto Europeu de Design de Cagliari. Actualmente, lecciona na Escola de Arquitectura de Marne-la-Valléé, em Paris.

Ana Dana Beroš (HR)
Juri Prémio Début

Arquitecta, curadora e editora sediada em Zagreb, na Croácia. A sua prática artística contesta as fronteiras das paisagens através da arte como arma para desconstruir a imagem hegemónica do mundo e para construir espaços para a compreensão dos excluídos e do “outro”. O seu projecto de investigação curatorial “Intermundia” recebeu uma Menção Especial na XIV Bienal de Arquitectura de Veneza, em 2014.

Anna Ramos Sanz (ES)
Júri Prémio Début

Directora da Fundació Mies van der Rohe. Estudou Arquitectura na ETSAB-UPC e TUDelft e tem o diploma de estudos avançados no programa de Doutoramento em Construção Arquitectónica, Restauro e Renovação. Actualmente, é professora associada da ETSAB-UPC e Oradora internacional, dirigiu o seu atelier em Barcelona (2000-16), foi assistente de reitoria na ETSAB-UPC (2014-16) e Presidente da Associação de Jovens Arquitetos da Catalunha (2005-08).

C
Claudia Taborda (PT)
Júri Prémio Carreira

Arquitecta paisagista, curadora e professora de Arquitectura Paisagista na Escola Superior de Design da Universidade de Tecnologia de Queensland. Estudou na Universidade de Évora e na Escola de Design de Harvard. O seu interesse pela investigação centra-se no campo paisagista e na sua relação com a arquitectura. Como arquitecta paisagista, trabalhou na Europa, nos EUA e na China e, em Portugal, foi curadora e directora do Parque de Serralves, no Porto.

E
Enrique Walker (CL)
Júri Prémio Carreira

Arquitecto com trabalhos publicados em revistas da especialidade e livros. Foi professor na Escola Superior de Arquitectura, Planeamento e Preservação da Universidade de Columbia e dirigiu o programa de Mestrado em Design Arquitectónico Avançado. Enrique leccionou na Universidade de Princeton e Chile e nos Instituto de Arquitectura de Barcelona, Tóquio e Instituto Pratt.

Éric Lapierre (FR)
Curador-Geral
Eric Lápierre, curador geral da 5ªEdição da Trienal de Arquitectura de Lisboa e curador da exposição Economia de Meios

Éric Lapierre é arquitecto e teórico da disciplina. Fundador e director da Éric Lapierre Experience (ELEx) – com obras amplamente reconhecidas mundialmente – divide a sua actividade entre a área de projecto e o ensaio crítico. Lapierre é professor na Escola de Arquitectura de Marne-la-Vallée (Paris), na Escola Politécnica Federal de Lausana e foi professor convidado na Accademia de Arquitectura do Mendrisio, Universidades do Québec e Montreal, Lovaina e Gante.
Ao longo do percurso já publicou diversos livros. ou É autor de “Identification d’une ville – Architectures de Paris”, 2002; Guide d’architecture de Paris 1900-2008, 2008; Le Point du Jour A Concrete Architecture, 2011; Architecture of The Real, 2004, e Se la forma scompare, la sua radice è eterna, 2017, entre outros.

Eugeni Bach (ES)
Júri Prémio Universidades

Co-fundador de Anna & Eugeni Bach / Bach Arquitectos. Os seus interesses variam entre a prática profissional, ensino, investigação e actividade cultural. Os seus projectos abrangem design de equipamento e interiores, passando pelos design público e de habitação, até ao design urbano. Foi galardoado com o Prémio Internacional FAD 2014, nomeado para o Prémio Mies van der Rohe 2015, finalista na Bienal espanhola de Arquitectura e Urbanismo de 2018. Recentemente, expôs o seu trabalho no Pavilhão Espanhol da Bienal de Veneza sendo, actualmente, professor associado na ETSAB e ETSALS em Barcelona, onde vive e trabalha.

F
F.A.T. – Fórum para a Teoria da Arquitectura (CH)

Uma plataforma de debate criada em 2018 por Marco Zelli e Fabio Don que tem por objectivo promover a consciência teórica e crítica entre estudantes e arquitectos praticantes. Marco e Fabio são arquitectos italianos sediados em Zurique, Suíça, onde cada um tem o seu próprio atelier.
O colectivo participa na co-criação do programa de atividades da Trienal 2019 como um dos projectos emergentes seleccionados a partir da Future Architecture Platform.

Fosco Lucarelli (IT)
Curador
Fosco Lucarelli curador da exposição Espaço Interior

Fosco Lucarelli é arquitecto, professor e curador. Actualmente, está sedeado em Paris, onde co-fundou o estúdio Microcities e o site Socks-studio. É professor de design e teoria na Escola de Arquitectura de Marne-la-Vallée, em Paris e na Escola Politécnica Federal de Lausana. Foi bolseiro na Escola de Arquitectura de Chicago, da Fundação Graham e da Academia Americana em Roma. Juntamente com a companheira, Mariabruna Fabrizi, foi curador convidado para a Bienal de Arquitectura de Lisboa em 2016. Actualmente, é membro da equipa curatorial da Trienal de Lisboa 2019. Os seus trabalhos foram premiados e expostos em Nova Iorque, Paris, Roma, Orleães, Seul e Chicago.

G
Giovanni Piovene (IT)
Curador
Giovanni Piovene Curador da exposição O que é o ornamento?

Giovanni Piovene formou-se em arquitectura em Veneza e fundou, com Ambra Fabi, o estúdio Piovenefabi. Em 2007, foi co-fundador do escritório Salottobuono, em 2010, da revista San Rocco e, em 2010, participou na exposição e livro “Livro de Cópias”. Foi professor assistente na Academia de Arquitectura do Mendrisio e membro na unidade FORM, da Escola Politécnica Federal de Lausana. Actualmente, parte do corpo docente na Escola de Arquitectura de Marne-la-Valléé, em Paris.

J
Joaquim Moreno (PT)
Júri Prémio Début

Arquitecto e professor no ISCTE (Portugal) e na Associação de Arquitectura (Reino Unido). Estudou na FAUP, ETSAB e doutorou-se na Universidade de Princeton. Já trabalhou como curador de exposições como a Bienal de Arquitetura de Veneza e na Garagem Sul – CCB, e como editor e crítico, no Jornal Arquitectos. Em 2018 publicou o livro “A Universidade está Agora no Ar”, fruto do seu trabalho editorial e curatorial em arquitectura.

Júlio Gotor Valcarél (ES)

Arquitecto, formado na ETSAM (Madrid) em 2017, Júlio Gotor trabalhou em Tóquio, Madrid e Basileia. Em 2018, expôs o seu trabalho no Palazzo Mora, durante um evento paralelo da Bienal de Veneza e na Bienal de Arquitectura de Espanha. Foi ainda um dos vencedores do Prémio Jovem Talento Mies van der Rohe, em 2018.
É participante da Trienal 2019 através da co-criação do programa de atividades, como um dos autores emergentes seleccionados a partir da Plataforma Future Architecture.

K
Klodiana Millona (AL)

Arquitecta e investigadora Albanesa, Millona trabalha actualmente em Roterdão, actuando no contexto da arquitectura e na sua refutação. Formada em arquitectura de interiores na Academia Real de Haia, também estudou música electroacústica no Conservatório Real do Instituto de Sonologia. O seu trabalho centra-se na pesquisa e escrita, e estende-se à construção, curadoria e composição.
Participa na co-criação do programa de atividades desta edição como um dos projectos emergentes seleccionados a partir da Plataforma Future Architecture.

Kunlé Adeyemi (NG)
Júri Prémio Carreira

Arquitecto, designer e investigador urbano. Fundador da NLÉ – uma prática de arquitectura, design e urbanismo fundada em 2010, na Nigéria. Adeyemi tem o objectivo de promover a diversidade e a coexistência entre a humanidade e o ambiente. Vencedor do Prémio Leão de Prata da Bienal de Arquitectura de Veneza em 2016, dirige, regularmente, programas de investigação académica e de design em várias instituições, desde Harvard, a Columbia e Cornell. Os principais temas da sua investigação actual são as soluções urbanas, os ambientes rurais e as alterações climáticas.

L
Laurent Esmilaire (FR)
Curador
Laurent Esmilaire curador da exposição Beleza Natural

Laurent Esmilaire trabalha na Éric Lapierre Experience desde 2011 e é professor assistente na Escola de Arquitectura de Marne-la-Vallée desde 2014. Formado em Arquitectura desde 2009, trabalha, desde 2011, como coordenador de várias projectos, onde aborda a concepção e a construção.

Lodovica Guarnieri (NL)

Designer e investigadora freelancer, Guarnieri explora as ligações entre cultura, história e política através de instalações, performances e textos. Foi investigadora e curadora assistente da exposição The Way Beyond Art no museu holandês Van Abbe e na bienal itinerante Manifesta 12.
Actualmente, frequenta a pós-graduação de investigação no Centro de Pesquisa de Goldsmiths da Universidade de Londres.
Integra a Trienal 2019 na co-criação do programa de atividades como um dos autores emergentes seleccionados a partir da Future Architecture Platform.

M
Marco Balesteros (PT)
Designer
Marco Balesteros

Mestre em Design e Tipografia pela Werkplaats Typografie, ArtEZ Institute of Arts, Arnhem, Holanda e Pós-Graduado em Design e Artes Visuais pela Jan Van Eyck Academy, Maastricht, Holanda. Professor Adjunto Convidado na ESAD-CR e Professor/Curador no DELLI (Design Lusófona Lisboa). Designer gráfico e editor, fundou o estúdio Letra, que abarca um espectro diverso de formatos e suportes e colabora de forma regular com artistas, coreógrafos, curadores, arquitectos, fotógrafos e cientistas. Marco Balesteros desenvolve projectos editoriais e educacionais em torno das noções de Publicação e de Educação pela Arte.

Mariabruna Fabrizi (IT)
Curadora
Mariabruna Fabrizi curadora da exposição Espaço Interior

Mariabruna Fabrizi é arquitecta, professora e curadora. Actualmente está sediada em Paris e foi lá que co-fundou o estúdio Microcities e o site Socks-studio. Foi professora de design e cursos teóricos na Escola de Arquitectura de Marne-la-Vallée, em Paris e na Escola Politécnica Federal de Lausana. Actualmente, é chefe do Departamento de Desenho e Representação de Arquitectura da Escola de Arquitectura de Marne-la-Vallée. Juntamente com o seu companheiro Fosco Lucarelli, foi curadora convidada da Bienal de Arquitectura de Lisboa 2016. Atualmente, faz parte da equipa curatorial da Trienal de Lisboa 2019. Os seus trabalhos foram premiados e expostos em Nova Iorque, Paris, Roma, Orleães, Seul, Chicago.

Momoyo Kaijima (JP)
Júri Prémio Carreira

Arquitecta e fundadora do Atelier Bow-Wow com Yoshiharu Tsukamoto. Estudou na Faculdade de Ciências Domésticas da Universidade das Mulheres do Japão, no Instituto de Tecnologia de Tóquio e no Instituto Federal Suíço de Tecnologia. Como professora leccionou em instituições como a Escola da Universidade de Tsukuba, ETHZ, Harvard, Academia Real Dinamarquesa de Belas Artes, Universidade de Delft e de Columbia. Em 2018 é curadora do Pavilhão do Japão na Bienal de Veneza. Tem-se dedicado a projectos de habitação, edifícios e praças públicas, a par de conduzir numerosas investigações para a arquitectura da cidade, objecto de vários livros.

P
Patrícia Barbas (PT)
Júri Prémio Universidades

Arquitecta sediada em Lisboa. É licenciada em arquitectura pela FAUTL, Lisboa. Co-fundadora do Atelier Barbas Lopes, colaborou com os ateliers Aires Mateus, João Pedro Falcão de Campos, Gonçalo Byrne, Promontório Arquitectos (Salvador da Bahia, Brasil) e com o Atelier Pedro Dias. Foi professora convidada na Universidade de Carleton (Ottawa, EUA) e em 2016 foi membro do júri dos Prémios FAD. Participou com obras em várias exposições e, em 2018, na Bienal de Chicago.

S
Sébastien Marot (FR)
Curador
Sebastien Marot curador da exposição Agricultura e Permacultura: do lado do campo

Sébastien Marot é filósofo e escreve amplamente sobre a genealogia das teorias contemporâneas em arquitectura, desenho urbano e paisagismo.
Com mestrado em Filosofia e doutoramento em História, é professor na Escola de Arquitectura de Paris-Este, professor convidado na EPFL (Lausana), e na Escola de Design de Harvard (num programa liderado por Rem Koolhaas e o atelier O.M.A). É autor e editor de livros, bem como colaborador em re-edições críticas.
Editou o Le Visiteur (de 1995 a 2002) e o Marnes (desde 2010) e é autor de diversos livros como Sub-Urbanism and the Art of Memory (AA Publications 2003), a re-edição crítica The City in the City: Berlin, A Green Archipelago de Ungers e Koolhaas (Lars Müller 2013).

Sharon Johnston (US)
Júri Prémio Carreira

Arquitecta e sócia da Johnston Marklee & Associates, com sede em Los Angeles. É professora na Escola Superior de Design de Harvard e leccionou na Universidade de Princeton, da Califórnia, Los Angeles. Johnston também pertenceu à Cullinan Chair da Universidade Rice e à Frank Gehry International Chair na Universidade de Toronto. Juntamente com o seu sócio Mark Lee, foi directora artística da Bienal de Arquitetura de Chicago 2017.

Sofia von Ellrichshausen (CL)
Júri Prémio Début

Arquitecta, artista, formadora e fundadora do estúdio chileno de arte e arquitectura Pezo von Ellrichshausen no Chile. É professora na Universidade de Cornell e leccionou em Harvard e no Instituto de Tecnologia de Illinois. Expôs na Academia Real de Londres, no Instituto de Arte de Chicago, no MoMA em Nova Iorque e na Bienal de Veneza, onde também foi curadora do Pavilhão do Chile e membro do júri da Exposição Internacional de Arquitectura.

Sophie Deramond (FR)
Júri Prémio Universidades

Arquitecta formada na Escola de Paris-Villemin em 2000. Dois anos depois, formou-se em Literatura e Civilização Francesa na Universidade Sorbonne Nouvelle e, em 2007, doutorou-se na mesma faculdade, com a tese “Implicações culturais e estruturais do espaço na obra narrativa de Jean Echenoz”. Actualmente é arquitecta no escritório de Chartier Dalix, em Paris.

T
Tatiana Macedo (PT)

Licenciada em Belas Artes pela Central St. Martins College of Art & Design em Londres e Mestre em Antropologia Visual pela FCSH-Universidade Nova de Lisboa. A sua obra explora o campo expandido do filme, da fotografia e do som. Como artista, destacam-se a residência em Berlim e as exposições na Culturgest do Porto, na Galeria Carlos Carvalho em Londres e na Paris Photo. O seu filme, “Seems so long ago, Nancy” (2012) filmado na Tate Britain e Tate Modern, foi distinguido com o SAW Film Prize, da Associação Americana de Antropologia.
É a artista convidada para integrar a exposição Beleza Natural, com fotografias de obras de arquitectura europeias.

Traumnovelle (BE)

Uma facção militante fundada por três arquitectos belgas: Léone Drapeaud, Manuel León Fanjul e Johnny Leya, que usa a arquitectura e a ficção como ferramentas analíticas, críticas e subversivas para enfatizar questões contemporâneas e dissecar a sua solução. O colectivo defende o pensamento crítico e multidisciplinar em arquitectura, alternando entre cinismo e entusiasmo.
Participam na co-criação do programa de atividades da Trienal 2019 como um dos autores emergentes seleccionados a partir da Future Architecture Platform.

Tristan Chadney (FR/UK)
Curador
Tristan Chadney curador da exposição Beleza Natural

Tristan Chadney é arquitecto e integra, desde 2013, o estúdio Éric Lapierre Experience.
Nasceu em Cambridge, em 1988 e formou-se em 2013. Desde 2016 é professor assistente na Escola de Arquitectura de Marne-la-Vallée, em Paris. Como coordenador de projecto, o seu trabalho vai da concepção à construção, passando estudos de pormenor.

V
Véronique Patteeuw (BE)
Júri Prémio Universidades

Engenheira, arquitecta e professora na ENSA Paris-Malaquais. Formada pela KU Leuven e ENSA Paris-La Villette, está actualmente a fazer a sua tese. Patteeuw é responsável pelas publicações de arquitectura e urbanismo do NAI – Instituto de Arquitectos dos Países Baixos e editora académica do Jornal Holandês de Arquitectura e Urbanismo. Membro fundadora da editora A16, colabora com várias publicações. Em 2006, associou-se à Label Architecture para curadoria do Pavilhão Belga na X Bienal de Arquitectura de Veneza, em 2006.