Espaço Falso

Este projecto associado propõe uma experimentação sobre a relação fundamental e o discurso arquitectónico omnipresente entre ornamento e estrutura. Com a intenção de explorar o campo infinito de possibilidades arquitectónicas não categorizadas entre estas duas noções aparentemente opostas, a instalação no elevador da Culturgest propõe um “espaço falso” flutuante. Alargando o seu vocabulário arquitectónico e perdendo-se num espaço sem restrições ou gravidade, o projecto reconsidera o “falso” e pergunta-se: a não-estrutura é ornamental?

Agenda
Participantes
Javier F. Contreras (ES)
Javier F. Contreras, arquitecto espanhol, é crítico e director do Departamento de Arquitectura de Interiores da HEAD-Genéve. Estudou arquitectura na Escola de Arquitectura de Madrid (ETSAM). Em 2015 foi finalista no 10º concurso arquia/tesis com a sua tese de doutoramento The Miralles Projection: Pensamento e Representação na Arquitetura de Enric Miralles, para além de ter leccionado projecto arquitectónico em diferentes instituições mundiais. Os seus ensaios críticos foram publicados em diferentes publicações especializados, incluindo Massilia Annuaire des Études Corbuséennes, Perspectives in Metropolitan Research, Princeton 306090, CIRCO, Drawing Matter, Bitácora, ZARCH, RA Revista de Arquitectura.
Roberto Zancan (IT)
Professor de História e Teoria da Arquitectura na Universidade de Arte e Design de Geneva, também leccionou na Universidade do Quebec em Montreal. Vice-editor da revista Domus, Zancan é curador-chefe da Fundação Be Open e investigador associado da cadeira de Conservação e Restauro do Património Urbano da UNESCO da Universidade Iuav em Veneza. Participou na Bienal de Veneza de 2014 com a apresentou da sua pesquisa sobre espaços de terrorismo em Itália. Juntamente com Elena Pirazzoli, escreveu o livro Correspondência. Teorias e histórias da paisagem.
Dafni Retzepi (GR)
Arquitecta desde 2017, trabalhou na Grécia, Chile e Suíça. Actualmente, trabalha na HEAD-Geneve e na Arimna, como independente, focando-se nas áreas de pesquisa, teoria e representação arquitectónica. Retzepi foi assistente no estúdio ALICE e na revista L'Atelier enquanto estudava, e foi galardoada com o prémio de mérito da EPFL (Escola Politécnica e Federal de Lausana) pela excelência pela sua dissertação.
Thierry Buache (CH)
Arquitecto desde 2017, trabalhou no México e em Genebra entre 2013 e 2015. Actualmente é assistente de pesquisa na Universidade de Arte e Design de Geneva e arquitecta independente no atelier Dériaz | buache, com foco em arte, design e arquitectura através da plataforma de experimentação de planos colectivos em Gevena. O projecto de mestrado de Buache foi premiado com o Prémio SIA 2017, o B&G Engineers 2017 e a distinção GCO 2018.
Organização
HEAD – Universidade de Arte e Design de Geneva – Departamento de Arquitectura de Interiores
Ao utilizar este website está a concordar com a utilização de cookies de acordo com o nossa política de privacidade.